2 de ago de 2010

lamentavel desigualdade

Nos lugares por onde passo
vejo pessoas gemendo de dor
vejo crianças morrendo de fome
abandonados sem direito a amor

Fracassados e sem futuro
sem mais nada para fazer
procuram no mundo do crime
um jeito de sobreviver

Já perdi as esperanças
de que o mundo vai melhorar
pois cada dia só piora
e não tem como não notar

Se o mundo fosse mais justo
e não houvesse desunião
não haveria a necessidade
do pobre virar ladrão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário